Conheça a Polinésia Francesa (Tahiti) a bordo de um cruzeiro

Uma das mais belas e fascinantes maneiras de explorar as ilhas da Polinésia Francesa é a bordo de um cruzeiro, e essa foi a oportunidade que a Kangaroo Tours teve de desfrutar desse paraíso, a convite da especialista em cruzeiros, Qualitours. O cruzeiro é uma forma luxuosa de passar as férias, com conforto, sofisticação e vários benefícios, ao mesmo tempo em que se aproveita para conhecer vários destinos.

 

  • Viajar a bordo de um cruzeiro é não ter a necessidade de fazer vários check-ins e check-outs em hotéis e, ainda, ter a praticidade de cair no sono em um destino e acordar em outro, conhecendo vários lugares em uma única viagem.

 

Após algumas horas de voo, cheguei ao famoso arquipélago da Polinésia Francesa (voo companhia aérea Air Tahiti Nui) e fui recebida com música taitiana no hall do aeroporto e com colares de flores como presente do receptivo local, a South Pacific Tours.

Esse pequeno paraíso isolado, no meio do Oceano Pacífico, é formado por um conjunto de ilhas montanhosas e tropicais, cercadas por lagoas cristalinas, que se tornaram um dos locais mais cobiçados pelos turistas que buscam, em sua experiência de viagem, o intenso contato com a beleza natural do local.

Polinésia Francesa_Tahiti

Vista do resort InterContinental Bora Bora Le Moana, na ilha de Bora Bora – Foto de Lilian Duarte

 

Com opções de partida durante todo o ano, a Paul Gauguin Cruises é a única linha de cruzeiro de luxo que opera nas águas da Polinésia Francesa. Construído especificamente para navegar pelas ilhas polinésias, o tamanho pequeno do Paul Gauguin permite que o navio navegue dos mares profundos às pequenas lagoas agilmente como um iate.

Em um estilo cruzeiro boutique e sistema de alimentação all inclusive (refeições e bebidas inclusas, maravilhoso isso! rs), os dias a bordo do Paul Gauguin são simplesmente singulares. Com uma capacidade máxima de 332 passageiros, o navio se destaca pelo serviço de 1 a 1,5 de passageiros por tripulante, ou seja, você terá o mimo de ter um atendimento personalizado e de ser tratado pelo nome, durante toda a viagem, pelos funcionários do navio que conhecer.

Polinésia Francesa_Tahiti

Cruzeiro de luxo Paul Gauguin em águas polinésias – Foto de Lilian Duarte

 

O Itinerário: 7 noites nas ilhas polinésias

 

O meu cruzeiro a bordo do Paul Gauguin visitou o Tahiti e as Ilhas da Sociedade: Huahine, Taha’a, Bora Bora e Moorea. Tanto o embarque quanto o desembarque aconteceram no Porto de Papeete, localizado na ilha principal da Polinésia Francesa, Tahiti, e que fica a uma distância de aproximadamente 15 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Faa’a.

Polinésia Francesa_Tahiti

A charmosa orla do Porto de Papeete – Foto de Lilian Duarte

Polinésia Francesa_Tahiti

Vista do Paul Gauguin do Porto de Papeete – Foto de Lilian Duarte

 

Pensando sempre nos detalhes, a experiência Paul Gauguin começa logo no momento em que se pisa no Porto de Papeete. Após ser recebida com água gelada e toalhas úmidas (o calor estava igual ao do verão brasileiro), houve uma conferência rápida dos meus documentos e passaporte, e a minha mala logo foi despachada. O embarque iniciou pontualmente às 15h de sábado (dia de saída padrão do Paul Gauguin), e encerrou somente às 22h, o que deixa uma ampla flexibilidade de horário para os passageiros chegarem a ilha e embarcarem.

Assim como no aeroporto, em alguns resorts e locais turísticos da Polinésia Francesa, a recepção no cruzeiro foi ao som de música polinésia e com a famosa Flor de Tiare – flor branca nacional do Tahiti.

  • É comum colocar a Tiare atrás da orelha – lado esquerdo se você for comprometido, lado direito se estiver solteiro, a procura.
Polinésia Francesa_Tahiti

Receptivo na entrada do navio ao som de música taitiana – Foto de Lilian Duarte

Polinésia Francesa_Tahiti

A perfumada flor de Tiare, símbolo no Tahiti – foto de Lilian Duarte

 

O check-in dentro do navio também é bem rápido e logo pude me direcionar para a minha cabine, onde encontrei uma carta de boas-vindas do cruzeiro, um arranjo floral, frutas frescas, garrafa de champagne, a programação de atividades do dia, uma listagem dos filmes na TV durante o período a bordo, a planta do barco e informações sobre os serviços, quadro de funcionários, facilidades e dependências do Paul Gauguin.

A minha cabine, que fica no 7º andar do navio, era bem espaçosa e equipada, com TV, DVD, dois armários, mesa para maquiagem e outras utilidades, sofá, telefone, cofre, toalete com chuveiro e banheira, roupões, chinelo e, ainda, um minibar que é abastecido todos os dias (lembrando: as bebidas são gratuitas!).

Polinésia Francesa_Tahiti

Minha cabine com varanda no Paul Gauguin – foto de Lilian Duarte

Polinésia Francesa_Tahiti

Amenities L’Occitane nas cabines – Foto de Lilian Duarte

Polinésia Francesa_Tahiti

Vista da ilha do Tahiti da varanda da cabine – Foto de Lilian Duarte

 

Como embarquei logo que o embarque foi liberado, aproveitei para ajeitar minhas coisas na espaçosa cabine e conhecer minha assistente de bordo antes que desse 17h30, quando todos os serviços do barco são suspensos para um treinamento de emergência obrigatório. Em seguida, fiz um tour de familiarização pelo navio, guiado por um anfitrião taitiano, para conhecer os lounges, restaurantes e serviços.

  • Junto à programação do dia, você recebe um manual com as opções de excursões disponíveis em cada ilha, com valores e formulário para preenchimento. Caso queira fazer alguma atividade, basta preencher no formulário as excursões escolhidas e entregar o mesmo ao Concierge do navio para reserva.
Polinésia Francesa_Tahiti

Deck da piscina – Foto cortesia de Paul Gauguin Cruises

Polinésia Francesa_Tahiti

Marina do Paul Gauguin com diversas opções de atividades aquáticas – Foto cortesia Paul Gauguin

 

  • A marina do Paul Gauguin disponibiliza equipamentos de snorkel gratuitamente para todos os passageiros. A retirada da máscara, snorkel e nadadeiras é feita no primeiro dia a bordo e devem ser devolvidos no último dia. Uma maravilha!

A noite terminou com uma deliciosa refeição em um dos restaurantes e com uma Festa de Boas-Vindas, no deck da piscina, onde pude curtir o show da banda filipense Santa Rosa junto com os embaixadores taitianos Les Gauguines & Gauguins.

Polinésia Francesa_Tahiti

Show da Banda Santa Rosa no deck da piscina – Foto de Lilian Duarte

Na virada de sábado para domingo, pontualmente à 00h05, o Paul Gauguin deixou o porto de Papeete em direção à primeira ilha: Huahine.

No próximo post, contarei com detalhes o meu dia a dia pelas ilhas da Polinésia Francesa (Tahiti) a bordo do Paul Gauguin – ainda vem muita coisa bacana por aí!

E, se você quiser ter as mesmas experiências ou saber mais informações sobre a Polinésia Francesa, entre em contato com o seu agente de viagem para montar um roteiro de acordo com as suas necessidades. Acesse o link a seguir para ter uma ideia de algumas opções de roteiro a bordo do Paul Gauguin que você pode fazer.

Copyright © 2017. Agência de Viagens Kangaroo. Todos os direitos reservados.